domingo, 1 de agosto de 2021

Sky Rojo - Série eletrizante

     Oie, tudo bem??

     Estou sempre presente no instagram com alguns vídeos no reels e no IGTV, então se quiser ver indicações de séries, filmes, livros, arte e maquiagens, pode me seguir lá: @ana_murari.  Inclusive, se quiser ver esse post, em formato de vídeo, tem no IGTV

    Vim indicar uma série da netflix, que minha amiga Ana me indicou e sensacional por sinal, mas pesada, então somente indicada para maiores de 18 anos. Eu amei essa produção, mas lembrando que essa é apenas a minha opinião, tá? O nome dela é Sky Rojo!


    A série gira em torno de 3 prostitutas: Coral, Wendy e Gina que após terem cometido um crime tentando se defender do dono da boate que elas trabalham e o que me dói MUITO dizer, do dono delas vulgo cafetão, precisam fugir para sobreviver. Isso não é spoiler, está tudo no trailer e no primeiro episódio. Ela é SUPER dinâmica, num estilo Vis a Vis com La Casa de Papel, aliás, o roteirista é nada mais nada menos que Aléx Pina, que é: Produtor, escritor, criador e diretor dessas séries que falei agora.

    Com uns movimentos de câmera e sangue bem no estilo Tarantino, aliás, eu poderia falar que ele poderia ter produzido essa série também, porque é a cara dele. Super feminista e com diversas críticas a prostituição, pornografia, além é claro, de toda uma cultura machista e de estupro. Ao mesmo tempo que ela tem um tom de comédia, tem muito drama e se torna uma tragédia. Isso em ambas as temporadas, inclusive, a segunda temporada está ainda mais pesada que a primeira, a primeira é fichinha perto dela, porque a segunda parte é o próprio SURTO.

 





    É muito triste, pesada e dolorosa de assistir, de ver determinadas cenas, que chegam a te destruir, de ver a forma como as mulheres são tratadas, objetificadas, traficadas, abusadas, machucadas, torturadas, tudo isso para satisfazer desejos masculinos que são impostos e por pura sobrevivência e necessidade, muitas vezes pra ajudar as famílias, enfim... Nenhuma ali tem opção, é uma sentença de morte, ninguém está ali porque quer.  A partir do momento que alguém entra pra esse ramo, fica impossível de sair, só se sai de duas formas: Matando ou morrendo.

     A série em si é SUPER bem produzida e visualmente linda! Me lembrou muito Euphoria, principalmente nos figurinos e maquiagens, que são incríveis por sinal. A trilha sonora é muito boa, os jogos de câmera também, é o famoso: piscou, perdeu. Todos os episódios terminam com um belíssimo gancho pros próximos de forma que você não tem opção, a não ser maratona lá em algumas horinhas, porque é super rápida!

     A segunda temporada terminou de um jeito alucinante e ao mesmo tempo esperançoso, nossa, foi incrível!





    As atrizes são divinas, maravilhosas, perfeitas e merecem diversos prêmios, além do mundo! Me apaixonei por elas e pelas personagens que são sensacionais e super profundas. Pra quem amava Sense8, vai poder matar a saudade do ator que interpretava o Lito, pois ele está lá interpretando o Moisés! Os atores são incríveis também, é um melhor que o outro! Você fica chocado com tanta gente boa e uma produção fantástica daquelas.

    Enfim, não é uma série fácil por ser forte em diversos níveis e em diversas coisas, mas é uma obra prima. 





    Alguém aqui já assistiu a série? 

    Beijos!